No dia 03 de abril, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, inaugurou o Sistema Produtor São Lourenço, que irá fornecer água potável para cerca de 2 milhões de habitantes da região do extremo oeste da Grande São Paulo.

A solenidade contou com a presença de autoridades do governo do Estado, prefeitos municipais, representantes da CETESB e do DAEE, das empresas consorciadas e de entidades financiadoras do empreendimento, além de profissionais da SABESP, da SPSL S.A. e do Consórcio Construtor (CCSL).

O Sistema Produtor São Lourenço foi construído a partir de uma Parceria Público-Privada (PPP). Com início das obras em 2014, o empreendimento conta com dois principais complexos: a Captação de Água Bruta, localizada em Ibiúna/SP, onde a água é captada na represa Cachoeira do França; e a Estação de Tratamento de Água (ETA), situada em Vargem Grande Paulista/SP, onde a água é armazenada, tratada e distribuída para a população. O Sistema conta ainda com aproximadamente 83km de tubulação de aço carbono de até 2,10m de diâmetro, três chaminés de equilíbrio, um túnel com mais de 1 km de extensão e inúmeras estruturas localizadas, interligações, reservatórios de água tratada, dentre outras.  Em paralelo, o projeto contempla obras de melhorias em saneamento e abastecimento de água nos municípios de Ibiúna, Juquitiba e São Lourenço da Serra.

O objetivo deste Sistema é abastecer as cidades de Vargem Grande Paulista, Cotia, Jandira, Itapevi, Barueri, Carapicuíba e Santana de Parnaíba, os quais eram atendidos, até então, pelos sistemas Cantareira, Alto Cotia ou Baixo Cotia.